Arquivo da categoria: Vida bandida

Bandeiras, bandeiras

Vou contar para vocês que uma das melhores coisas de ser repórter é poder encontrar pautas legais onde aparentemente não haveria nada além do banal de eleições. Na última sexta-feira, durante a caminhada dos candidatos da coligação “As pessoas em … Continuar lendo

Publicado em Vida bandida | Marcado com , , , , , ,

Excelentíssimos

Para brindar (rá!) o começo do horário eleitoral gratuito, decidi hoje fazer um adendo sobre os tipos de candidatos que aparecerão na televisão, mas que você invariavelmente dará um bocejo de preguiça em pensar que terá que escolher um. Posso … Continuar lendo

Publicado em Vida bandida | Marcado com , , | 6 Comentários

cliques: 1º de maio

Não sou fotógrafa. Mas cobrindo a inauguração da 5ª avenida e o Gideões neste feriado de sábado, em Balneário Camboriú e Camboriú, resolvi levar a minha humilde câmera para constatar que nem só de política e fé se fazem eventos … Continuar lendo

Publicado em Vida bandida | Marcado com | 4 Comentários

“é apenas uma desculpa para falar de jesus”

Seu Moreno, dono de um disque gás e água em Camboriú não possui mais que 45 anos. Cabelos raspados, olhos esbugalhados em um rosto oval. Usa uma camisa listrada e uma Bíblia sobre o volante do seu corsa sedan verde … Continuar lendo

Publicado em Vida bandida | Marcado com , , , , | 3 Comentários

Ichwill

Quem me conhece sabe que eu tenho um fraco por moda. Eis que meu sonho de unir trabalho com a vidinha fashion apareceu. Acessem http://www.ichwill.com.br e confiram a coleção da marca, cheia de fofurices para moçoilas da cidade. Depois, vá … Continuar lendo

Publicado em Vida bandida | Marcado com , | 2 Comentários

se eu perder esse trem…

Para tudo! Eu vou pra Sumpaulo. Cruzarei a Ipiranga com a Av. São João, no maior estilo jeca tatu que nunca foi pra cidade grande. Vou me esbaldar nas livrarias, sebos, museus e o escambau. Vou comer pastel de feira. … Continuar lendo

Publicado em Vida bandida | Marcado com , , , , , | 5 Comentários

um ano

E não há um dia sequer em que eu não sinta sua falta.

Publicado em Vida bandida | Marcado com | 9 Comentários